Simplesmente PESTO


Pestare, em italiano, quer dizer bater fortemente com um instrumento pesado, amassar, esmagar. Essa é a origem do Pesto, um molho maravilhoso, fácil de fazer, de conservar, versátil e flexível.

O Pesto genovês é preparado com pignolis, manjericão, alho, queijo parmesão, azeite, sal e pimenta e tradicionalmente amassado com um pilão. Eu acho que o pesto é muito pessoal. Por exemplo, não utilizo alho, porque, cru, ele domina todo o território, e os outros ingredientes não conseguem florescer.

Os pignolis são caros e difíceis de encontrar. Substitua-os pelas frutas oleaginosas como amêndoas, castanhas, nozes ou pistaches. Já testei com todos esses ingredientes e o resultado é excelente.

A partir dai, é só colocar sua criatividade em prática e usar os ingredientes que cabem no seu bolso. Se a ideia for preparar uma massa ao pesto, misture o molho ainda quente no macarrão para que se espalhe bem. O pesto também fica delicioso em bifinhos de frango, carne, em bruschettas, etc.

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) de pignolis

  • 150 g de manjericão (preferivelmente as folhas)

  • 1 colher (sopa) de queijo parmesão (ralado na hora)

  • 150 ml de azeite extra virgem

  • Sal e pimenta

Como preparar

Em uma frigideira quente, toste os pignolis até ficarem dourados. Coloque-os no pilão e amasse bem.

Em seguida, ponha as folhas de manjericão no pilão e continue amassando. Coloque o azeite, mexa, e depois o queijo ralado. Tempere com sal e pimenta.

Se não for usar na mesma hora, ponha o molho em um vidro com mais um pouco de azeite por cima.

Para uma versão mais prática, bata os ingredientes no processador.

#pesto #molho

DÚVIDAS?
Receba nossas novidades!
  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black
  • Pinterest Basic Black
  • YouTube - Black Circle
Siga também